Como cumprir as metas do ano?




É uma máxima brasileira de que o ano só começa depois do carnaval. É sempre época de correr atrás de colocar em prática as metas que estabelecemos, não é mesmo?

Eu, pelo menos, sempre penso em algumas coisas que pretendo alcançar, e  sei que muitos de vocês também. Conversando com amigos, descobri que muitos têm metas em comum, e também que às vezes ficam perdidos, sem saber por onde começar a buscar cumprir o que querem.

Para ajudar, separei alguns itens recorrentes nas listas de metas e algumas dicas de como realizá-las.


Cuidar melhor das finanças

Sou pessoalmente fã da Nath Finanças, acho que ela explica muito bem e dá dicas valiosíssimas sem achar que todo mundo sabe tudo de mercado financeiro. O que mais gosto nela é a pegada "baixa renda", justamente porque nem todo mundo consegue poupar muito com os salários baixos (ou inexistentes, né). Também é legal que ela sempre frisa que não precisa PARAR, o principal é DIMINUIR (e isso tem muita relação com outra meta que vou falar aqui).


Outra dica de ouro é uma agenda japonesa chamada Kakebo, que literalmente revolucionou a minha vida. Ok que é mais barato anotar naquele caderninho que você já tem em casa, mas o Kakebo é incrível. Incrível porque ele discrimina o tipo de gasto que você teve, e categoriza eles em 'sobrevivência', 'extras', 'lazer', 'cultura'... É ótimo para você ver onde exatamente está gastando mais - ou menos - e identificar onde pode economizar e onde poderia gastar um pouquinho mais.

Funciona como um bom choque de realidade ver 200 reais gastos com delivery e/ou uber.


Comer menos carne

Ainda na onda do "não parar, mas ao menos reduzir", tenho observado muita gente se propondo a comer menos carne e consumir menos coisas de origem animal.

A minha dica, como vegetariana há quase 7 anos, é começar com a Segunda Sem Carne. Assim, pelo menos um dia por semana, o seu prato vai estar 100% vegetariano ou, quem sabe, totalmente vegano. E a partir daí, você pode adotar mais um ou dois dias para deixar de comer carne.

Outra coisa que recomendo é seguir vegetarianos e veganos nas redes sociais, para se inspirar com as receitas e as comidas possíveis. Não adianta trocar um pratão de carne por um pratão de salada, isso não existe e ainda vai te fazer mal. Conheça o que você está comendo e saiba como substituir uma proteína animal por alimentos vegetais.


Ser mais sustentável

Quem não está acompanhando as questões ambientais do planeta, está muito alienado. Tem quem pergunte se o esforço individual faz alguma diferença, e eu recomendo (caso você entenda inglês) que escute esse episódio do podcast do Jonathan Van Ness:



Basicamente: faz diferença sim. Não a diferença que faria se uma empresa gigantesca passasse por mudanças ambientais, mas faz diferença.

Dito isso, como ser mais sustentável?

Além da ladainha de sempre de fechar a torneira enquanto lava louça/escova os dentes, não deixar luzes acesas eternamente, etc, tem muito que você pode fazer para viver uma vida mais sustentável. No instagram do Pensando Por Aí, o @pensando.por.ai, eu dei algumas dicas, mas vou repeti-las aqui.

Tampinhas de garrafa pet podem ser lavadas e doadas para o projeto Rio Eco Pets, que faz um trabalho excelente em prol de animaizinhos - ao mesmo tempo em que recicla tampinhas.

Roupas velhas podem ser doadas nas lojas C&A, onde eles reciclam tanto em forma de doação para ONGs quanto através de processos para reutilização dos tecidos.

Embalagens de cosméticos podem ser lavadas e entregues em lojas d'O Boticário através do program Boti Recicla.

Você também pode:
- usar menos sacolas plásticas, levando sua própria sacola pro mercado;
- separar o lixo entre recicláveis e não-recicláveis, caso seja muito difícil dividir entre papel, metal, plástico...
- consumir produtos com selo cruelty free.

Sustentabilidade significa também se preocupar com os animais, e buscar produtos que não testem neles é sempre bom! E não, nem todo produto cruelty free é mais caro (vide os shampoos da Skala que custam 6 reais). A PEA tem uma lista bem completa aqui.
- diminuir o uso de absorventes descartáveis, através do uso de coletores, absorventes de pano ou calcinhas absorventes.


Se exercitar mais

A última meta é bem comum, mas também bastante difícil. Principalmente se você pensar que qualquer exercício físico atualmente é absurdo de caro. A minha dica para se exercitar mais é procurar ofertas de academias, recrutar amigos para te acompanharem, e também a pesquisar sites que ofereçam rotinas de atividades físicas.

Eu pratico yoga há uns 3 anos e a maior parte desse tempo foi através do YouTube. A única questão de se exercitar sozinho em casa é ter o cuidado para não se machucar!


E você? Quais são as suas metas para 2020 e como planeja alcançá-las?


Ariel Carvalho

Ariel é uma lua de Urano, um espírito do ar, um sabão em pó, uma marca de carro e uma pequena sereia, mas também é uma bibliotecária que não consegue terminar a meta de leitura, sabe tudo de Monty Python e chora com filmes de ficção científica.

Como cumprir as metas do ano? Como cumprir as metas do ano? Reviewed by Ariel Carvalho on fevereiro 20, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.