Impressões sobre 'Fine Line', de Harry Styles


No dia 13 de dezembro, Harry Styles lançou seu segundo álbum chamado Fine Line. Minha relação com esse moço até então era muito pontual, já que nunca acompanhei One Direction e até cheguei a pegar o álbum solo de estreia, só que o fogo não durou muito. Nunca mais ouvi mais nada do Harry.

PORÉM eu moro na internet e meus círculos sociais na rede amam este jovem, o que significa que assim que Lights Up foi lançada como single, eu já tinha conhecimento....e já estava ouvindo no mesmo dia. E agora, final de 2019, me encontro absolutamente viciada nesse cara de fuinha maravilhoso. Então, depois de mais de uma semana ouvindo Fine Line sem parar, venho com as minhas considerações sobre cada uma das doze faixas do álbum. 

  • Golden


A primeira música do álbum já começa me conquistando desde as batidinhas nos pratos dos primeiros segundos. E É SOBRE AMORZINHO!! Quem me dera Harry Styles cantando "brown my skin just right / you're so golden" bem no pé do meu ouvido, mas infelizmente a vida é cruel e só resta a imaginação. Também visualizo muito como um ode ao sol e ao deus grego Apolo, pois YOU'RE SO GOLDEN!!

I know that you're scared because I'm so open

Rindo de nervoso pois é 300% eu mesma aqui.


  • Watermelon Sugar


Essa demorou uns segundos a mais pra que eu começasse a amar no dia em que saiu como single, mas atualmente não consigo mais TIRAR DA CABEÇA. É extremamente viciante e....hmmmmmmmm......
I want your belly
And that summer feeling
Getting washed away in you
Breathe me in
Breathe me out

Mais uma da série "versos que adoraria ouvir serem cantados no pé do ouvido", com certeza - apesar que provavelmente eu iria cair na gargalhada na parte do ME BANHANDO EM VOCÊ. Pra além disso, super imagino essa música como o tema de algum personagem que consegue ser sexy independente da situação, simplesmente porque ele tem o IT.


  • Adore You


Simplesmente a minha música FAVORITA do álbum inteiro, tanto que no primeiro dia que ouvi ela já entrou no repeat sem parar, além de entrar em duas playlists diferentes. Vendo o clipe oficial fica ainda melhor pois você vê a letra e parece uma música romântica.....quando na verdade a história é sobre se sentir à parte ou amar um peixe, depende da sua interpretação. Inclusive eu berrei de rir que na parte "I get so lost inside your eyes/Would you believe it?" o Harry tá olhando pro PEIXE KKKKKKKKKKKKK.

Esse clipe é muito doidinho e muito fofo

  • Lights Up


Lights up and they know who you are
Know who you are
Do you know who you are?

O primeiro single, a minha primeira paixão de Fine Line. Fala sério, é uma música muito gostosa de ouvir e de cantar, e fica melhor ainda quando você vê Harry Styles naquele clipe suado e sem camisa sendo alisado por trocentas pessoas abençoadas. 

Misericórdia

  • Cherry


Agora começa as músicas Beatles vibes e a continuação da saga das frutas. Harry, você tá precisando fazer feira? Tá meio nítida essa obsessão. Enfim, aqui temos o moço traumatizado com "baby" (gatilho?), o que me fez pensar que Cherry poderia ser o apelido que ele deu pra essa pessoa ex mozão. "Does he take you walking round his parents' gallery?", eita por que tu terminou com ele, criatura? 

I noticed that there's a piece of you in how I dress
Take it as a compliment


As vantagens e desvantagens de namorar uma pessoa ligada na estética HAHAHAHAHAHA


  • Falling


Acho que pela ordem cronológica dos acontecimentos que estou tecendo com esse álbum, Falling deveria ter vindo antes de Cherry, pois claramente é um momento de bad intensa pós termino. Já a Cherry é quando já se passou alguns meses e fica aquela lembrança agridoce de tudo o que já foram.

I'm in my bed
And you're not here
And there's no one to blame
But the drink in my wandering hands

Meu anjo, quem ousou te deixar??????????


What am I now? What am I now?
What if I'm someone I don't want around?

Meu filho, não segue por esse caminho porque a sofrência vai ser pior HAHAHAHAHAHA. Música devidamente adicionada na playlist de bad.


  • To Be So Lonely


Nas primeiras notas eu imediatamente me lembro de Yellow Submarine, tanto a música quanto o álbum inteiro dos Beatles. Até a voz do Harry me lembra um pouco a do Paul McCartney na época, principalmente na primeira estrofe!! Aqui também temos mais um momento onde eu consigo me visualizar na história da música, tanto como eu mesma como também o possível outro lado. Ai, ai.

"Don't call me "Baby" again/You've got your reasons" se antes eu tinha dúvidas, agora eu tenho a CERTEZA de que temos uma pessoa aqui TRAUMATIZADA em ser chamado de baby.


  • She


Toda vez que essa música começa a tocar eu me pergunto "pra que ela existe?". Acho que essa foi a única do álbum inteiro que eu realmente não gostei, e justo ela tem longos seis minutos de duração. É sempre assim, infelizmente. A única coisa que salva é o solo de guitarra lá pro final.


  • Sunflower, v.6


Sunflower é um amorzinho no ritmo e na letra também, mas sinceramente acho que ele tava chapado quando escreveu HAHAHAHAHAHAHAHA. Ou não tenho o nível de poesia o suficiente pra entender as possíveis metáforas. De toda forma é gostosinha e dá vontade de ficar gritando SUNFLOWER, SUNFLOWEEEEEEER o tempo inteiro.


  • Canyon Moon


Acho que essa é a música mais deslocada da vibe do álbum. Não sei bem explicar, mas toda vez que ela começa a tocar penso "putz, que??", como se tivesse entrado no modo aleatório com músicas de fora. Já pulo logo pra próxima, que por sinal é uma das minhas favoritas.


  • Treat people with kindness


Eu amo que essa música parece ter saído diretamente do Magical Mystery Tour!! Ela é tão fofa, animada e TÃO a cara dos Beatles que cada vez me convenço de que Harry é o Paul McCartney da geração Millenial - inclusive repare a semelhança quando ele canta "and we'll belong". Além disso ela é TÃO EU!!


  • Fine Line


Depois daquele jorro de animação da música anterior, encerramos o álbum com uma vibe mais deprê. Mas ao contrário da Falling, essa tem um ritmo que consigo ouvir independente do meu estado emocional e ainda me traz inspiração de cenas pras histórias que eu escrevo. Acho que foi um final ótimo pra esse cd, depois de onze músicas contando o processo de se encantar - se apaixonar - se ferrar - lidar com isso - eita, a vida segue. Apesar de tudo, a gente fica bem.
There's things that we'll never know
You sunshine, you temptress
My hand's at risk, I fold
[...]
We'll be a fine line



Isabelle Fernandes

Mais conhecida como Bells, é psicóloga, pesquisadora e praticante de taekwondo nas horas vagas. É mãe de três gatos, trata os livros como se fossem relíquias e divide o tempo entre ler artigos científicos e mapas astrais

Impressões sobre 'Fine Line', de Harry Styles Impressões sobre 'Fine Line', de Harry Styles Reviewed by Isabelle Fernandes on dezembro 29, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.