Pare de beber sem moderação

Pare de Bebendo Sem Moderação - Capa by Pensando Por Aí - Photo by Amy Shamblen

Assim como não somos educados a compreender política, dinheiro e sexo, também não sabemos muito sobre álcool. Bebemos sem compreender os efeitos do álcool, mas principalmente bebemos sem entender o que tem dentro do copo.

Você sabe a diferença entre whisky e whiskey? E não é apenas da grafia que estou falando. E a diferença entre tequila prata e ouro? Ou o por quê do rum e da cachaça são tão diferentes se os dois são derivados da cana de açúcar? É meu amigo, você não sabe o que coloca dentro no copo e por isso bebe errado. Você não precisa fazer um curso de bartender, como eu fiz, para entender que bebe errado: basta acordar de ressaca.

A ressaca acontece porque você passou da conta e isso é imperdoável. Você não precisa beber até cair para se divertir. NÃO PRECISA NEM BEBER PARA SE DIVERTIR! É humanamente possível se divertir sem uma gota de álcool no sangue. Mas se vai beber, bebe direito, pô! Ninguém gosta de bêbados (só oportunistas), então nada de encher o saco dos outros. 

Foto por Amy Shamblen 
O CISA (Centro de Informações sobre Saúde e Álcool) recentemente lançou um levantamento sobre o consumo de bebidas alcoólicas no Brasil entre 2010 e 2017. O documento reúne pesquisas feitas nesse período por entidades como Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde (OMS) e mostra que existem boas e más notícia sobre o consumo de álcool no país. 

As boas novas: o consumo per capita de álcool entre 2010 e 2016 caiu 11% no país – de 8,8 para 7,8 litros ao ano. Nesse mesmo intervalo, os transtornos psiquiátricos relacionados às bebidas tiveram uma leve diminuição: de 5,6% para 4,2%. Mas nem tudo são flores; o Beber Pesado Episódico (BPE), aquele porre ocasional, subiu de 12,7% para 19,4%, indo na contramão da média mundial (de 20,5% para 18,2%).

Destaco do levantamento do CISA o fato de que apesar da legislação nacional (Lei Seca, que endurece as regras sobre beber e dirigir, e a Lei nº 13.106/2015, que torna crime a oferta de álcool para menores de 18 anos), mais adolescentes estão tomando cerveja, uísque e afins – o aumento é maior entre as meninas.

O uso de bebidas alcoólicas por jovens desperta grande preocupação entre profissionais da saúde, pois o consumo precoce de álcool prejudica o desenvolvimento do sistema nervoso, aumenta a possibilidade de consequências negativas, como queda no rendimento escolar, gravidez precoce e indesejada, violência e acidentes.

Beber pode ser divertido e delicioso (cada tipo de bebida tem um sabor único é em alguns casos até eleva o gosto dos alimentos), mas deve ser feito de forma consciente para que não seja prejudicial. Então antes de cair de boca naquela cerveja gelada que tal procurar informações sobre os prejuízos causados pelo álcool, isso pode levar você a diminuir o consumo ou até a parar de beber. Sua saúde agradece.

Crédito imagem de capa: Amy Shamblen

Elilyan

Elilyan é uma leitora compulsiva que fala e pensa demais. No resto é super moderada. Escreve sobre livros, cinema, TV, música, sexo, arte, tecnologia e qualquer outra coisa que passe por sua mente insana. Para ler todos os textos da maluca bastar acessar a tag Elilyan Andrade. Se quiser fazer parte do hospício basta segui-la no Twitter e Instagram @elilyan.

Pare de beber sem moderação Pare de beber sem moderação Reviewed by Elilyan on julho 02, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.