Navegando Por Aí: Filmes de terror

The best horror movies

Filmes de terror, a série britânica Fleabag, Marvel feminista, a beleza da metáfora no clipe 'Birds', do Imagine Dragons e muito mais em mais uma edição do Navegando Por Aí.  

Carol: A Bruxa de Blair fez 20 anos do seu lançamento, e se você é jovenzinho e não sabe qual foi o furor todo do filme, recomendo essa entrevista com os produtores e atores do filme. Ele foi gravado todo como um documentário, e foi um dos primeiros a utilizar marketing viral (fazendo com que as pessoas acreditassem que aquela era uma gravação real e que os atores estavam desaparecidos). Até hoje tem teorias de que as pessoas na realidade morreram no filme. [site - Vice]

Mais uma indicação sobre filmes de terror (é estranho porque eu tenho muito cagaço): 50 momentos assustadores de filmes de terror. Você lê as coisas e não vê e não se assusta (muito). Perfeito. Ah, não preciso dizer que tem spoiler a perder de vista, né? [site - Vice]

"Eu estava obcecada por Fleabag. 80% do tempo eu estava falando sobre e os 20% restantes eu estava torcendo pra que alguém falasse sobre". Flebag é minha nova série queridinha (e de muita gente) e eu não consigo parar de falar nem de pensar sobre ela. A Vulture é rápida e precisa no seu título: "Fleabag é o melhor da TV em 2019". É é mesmo. [site- Vulture]



ElilyanAs páginas das mulheres cientistas continuam desaparecendo da Wikipedia. As mulheres acadêmicas têm duas vezes mais chances de serem indicadas para exclusão. "O que está acontecendo? [site - Chemistry World]


A Women's Media Center divulgou o estudo 'Mulheres superpoderosas em ficção científica e filme de super-heróis: uma investigação de dez anos', onde revela que jovens de todos os grupos demográficos expressaram o desejo de ter mais heróis femininos no gênero de ficção científica e super-heróis, com garotas e jovens de minorias, especialmente querendo mais sci-fi / super-heróis que se parecem com eles. [site - Women's Media Center]

Os anúncios na San Diego Comic-Con sobre a Fase 4 da Marvel parecem prometer um futuro mais equilibrado em termos de gênero. A Poderosa Thor, Valquíria bissexual e outras grandes adições femininas ao MCU só reflete a sociedade. Como sabiamente disse Mia Bays, diretora geral da Birds Eye View Film, para o The Guardian [site - The Guardian]: 

Diversidade é um bom negócio. A Marvel viu isso com Pantera Negra e Capitã Marvel, e nós vimos isso com Mulher-Maravilha da DC (...) Eu duvido que qualquer um na Marvel esteja enquadrando isso como uma reforma 'feminista' internamente. É sobre mudar a visão dominante. É sobre igualdade para o público em termos de escolha. Eles estão sensatamente atualizando a marca porque ela precisa dela e estão percebendo que a receita usual - branca, musculosa, centrada no homem, super-bro do mundo - está cansada e não atrai muito o público. A audiência internacional, especialmente, está saindo para os filmes que se sentem mais frescos.

Vira e mexe a Netflix pergunta aos seus seguidores nas redes sociais quais séries e filmes gostariam que estivessem disponíveis em seu catálogo. Além da possibilidade de encher o saco através do Twitter, Facebook e Instagram o serviço de streaming possuí um site dedicado para solicitação de produções. Para acessar a página, basta clicar aqui. Antes, lembre-se de seguir as orientações da própria Netflix:

"Se você já enviou sua solicitação de um título, pode ficar tranquilo que recebemos seus comentários. Você já fez a sua parte! Nós mantemos registros de todas as solicitações dos assinantes, então não precisa se preocupar em solicitar o mesmo título mais de uma vez. O que vai acontecer agora? Se adicionarmos uma série ou filme que possa ser do seu interesse, entraremos em contato. Se tiver curiosidade de saber quais novos títulos estão a caminho da Netflix, você pode nos seguir nas redes sociais."

Usei o site para indicar, mais uma vez, Fringe, uma das melhores séries de ficção científica de todos os tempos. Apesar da compra da Fox pela Disney e o lançamento do serviço de streaming da casa do rato nada foi dito sobre a série de J.H. Wyman e Jeff Pinkner com Anna Torv (Olivia Dunham), Joshua Jackson (Peter Bishop) e John Noble (Walter Bishop). Atualmente a série é disponibilizada no serviço de streaming gratuito Freedive, do IMDb, infelizmente apenas disponível nos Estados Unidos. [site - Netflix

Parte dos problemas do mundo está relacionado a falta de aceitação plena do outro. Somos todos diferentes e isso é algo que gera barreiras que muitas vezes parecem ser intransponíveis. 'Birds', mais novo single da banda Imagine Dragons ilustra em forma de animação a história de uma menina que, assim como a sua mãe, tem o poder de, literalmente, criar asas e voar. É uma metáfora para mostrar a dificuldade que algumas pessoas têm de aceitar o diferente. [Youtube- Imagine Dragons]


Pensando por aí

Um site sobre ciência, cultura pop, sociedade e qualquer outro pensamento que passar pela cabeça dos nossos vários autores independentes

Navegando Por Aí: Filmes de terror Navegando Por Aí: Filmes de terror Reviewed by Pensando por aí on julho 28, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.