Navegando Por Aí: Não-binários existem e resistem


Não-binários, The Intercept, New York Times e muito mais no Navegando por Aí dessa semana.

Bells: Minha primeira indicação é mais um momento puxa saco do meu amigo Felipe, que além de ter hitado horrores pela internet com aquela thread sobre os grupos de busão no zap, ainda escreveu uma matéria pro INTERCEPT !!! [The Intercept]

Além disso, rolou um tweet sobre um novo "jogo":


Daí resolvi participar e:



Não sei qual foi o melhor, NAMASTÊ ou Livro (álbum) HAHAHAHAHAHA

Carol: Eu assisti "Booksmart", o primeiro filme dirigido pela Olivia Wilde (a Thirtheen, de "House"). No filme, duas adolescentes que só estudaram o ensino médio inteiro resolvem farrear no último dia do ensino médio, e acontecem muitas situações engraçadas e nonsenses pelo caminho. O filme está sendo muito elogiado e particularmente é o meu favorito do ano até agora. Estou absolutamente apaixonada pelas atrizes protagonistas, Beanie Feldstein e Kaitlyn Dever,e segue entrevista delas no New York Times. [New York Times]

Terminei de assistir Good Omens (em breve devo escrever algo sobre) e MEU DEUS. QUE INCRÍVEL. Segue análise da série feita pelo Thiago Cardim, no Judão (o meu equivalente ao jornal físico no café da manhã que meu pai lia). [Judão]

Jota: Quando eu estava procurando vídeos de uma mulher não-binária sobre ser mulher não-binária eu cruzei com um vídeo, que eu revoltadamente jamais soube da existência, de 4 atores da Netflix que são não-binários sobre o que é ser não-binário para cada um deles, qual a vivência deles e como eles se expressam... eu terminei o vídeo emocionado me sentindo bem comigo porque não é sempre que eu vejo um vídeo (ou qualquer coisa, sejamos honestos) que afaga o meu coração e me fala "você tá ok, você é válido e tá tudo bem em ser o que você é, em quem você é". Infelizmente é um vídeo que eu não achei legendado, mas ele é importante demais para não ser divulgado.


Como esse é o mês do Orgulho LGBTQ+, meu Twitter bombou cheio do poder queer, inclusive muitas informações importantes e essenciais que talvez pouquíssima gente saiba (como, por exemplo, a primeira bandeira lésbica criada ter sido confeccionada por uma mulher racista, bifóbica e transfóbica), então leiam essa thread e aprendam mais sobre a história queer. [Twitter - Thread]

Informações em forma de uma thread em FAQ sobre o que é ser trans e outras dúvidas que envolvem binariedade e não-binariedade. [Twitter - Thread]

Já faz um tempo que eu comecei a acompanhar a nova saga do Leo Hwan, precisamente no dia 26 do mês passado e o episódio 2 (sobre o Aladdin e outras questões do Leo) me ajudou imensamente, assim como o episódio 3 (sobre solidão) me lembrou meu texto sobre o assunto e também me ajudou com minha escrita quando ele fala que "é tão legal criar a história na edição" porque me fez cair na realidade de que eu posso ir escrevendo e depois, na edição, ir designando a história. [Youtube - hwan ep 2 | Youtube hwan ep 3]

Pra quem gosta de cursos, gosta de aprender e/ou só realmente precisa de carga horária na faculdade. [Twitter - thread]

E, por fim, mas jamais menos importante; eu nem lembro como, mas era uma conversa com o pessoal sobre religião, crenças e afim e eu voltei a acessar um site incrível pelo qual sempre fui apaixonado e que me ajudou na época e que quando eu acessei toda essa sensação voltou e me fez lembrar de uma promessa guardada. Enfim, é sobre bruxaria, se não gosta, só não entrar. [Oficina das Bruxas]

Jota Albuquerque

Jota é mais um jovem adulto vagando pela vida sem a menor ideia do que está fazendo (ou acontecendo). Tradutor Intérprete em formação, também pensa em se meter com Ciências Políticas e/ou Cinema. Um ser necessitado de paciência e autopreservação, ele é também um paulistano romântico viciado em pesquisas. Se tiver dúvidas de onde encontra-lo, é só seguir as trilhas de discussões políticas que há por aí.

Navegando Por Aí: Não-binários existem e resistem Navegando Por Aí: Não-binários existem e resistem Reviewed by Jota Albuquerque on junho 09, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.