O que Vingadores: Ultimato significa para a série de Loki no Disney+?

O último filme da Marvel sugere uma premissa interessante para a história do vilão interpretado por Tom Hiddleston

[Este texto contém spoilers para Avengers: Endgame ]

Nós sabemos há algum tempo que a Marvel ouviu o clamor popular e Loki (Tom Hiddleston), o irmão muito mais interessante e carismático de Thor, terá uma série para chamar de sua no serviço de streaming da Disney, que será lançado nos EUA no dia 12 de novembro de 2019, e na América Latina (vulgo Brasil e outros países) em 2021. Só que a morte surpresa do personagem em Vingadores: Guerra Infinita, após a tentativa de um ataque furtivo contra Thanos, deixou os fãs com a questão de como isso afetaria a série do Deus da Trapaça. No entanto, em Vingadores: Ultimato uma reviravolta prometer dar uma luz sobre o que esperar.

A principal aparição de Loki no Endgame vem durante a parte “Time Heist” (Doctor Who mandou lembrança), quando o Capitão América, Hulk, Homem de Ferro e Homem-Formiga viajam de volta no tempo ao primeiro filme dos Vingadores (2012) para capturar as Joias Tempo, Mente e Espaço (também conhecida como Éter).



Mesmo com algum sufoco nossos heróis conseguem colocar as mãos nas joias Tempo e Mente, mas um incidente envolvendo o Hulk de 2012 e algumas escadas faz com que a Joia do Espaço (também conhecida como Tesseract) acabar deslizando para os pés de Loki. Agarrando-o, Loki usa as habilidades do Tesseract para se teletransportar, deixando os Vingadores da era 2012 perplexos e os Vingadores de 2023 forçados a viajar para os anos 70 para colocar suas mãos na joia. Pronto, com uma cena simples de ação e comédia Ultimato ressuscita Loki para a série. Mas o que um Loki vivo, leve e solto nos diz?

Quase nada. Se a série decidir apresentar as aventuras do Deus da Trapaça no multiverso criado talvez o público se surpreenda com o fato de Loki da série ser diferente do personagem que se sacrificou pelo irmão em Vingadores: Guerra Infinita, pois o Loki de 2012 ainda é o vilão egoísta que mata 80 pessoas em dois dias sem nem piscar, o que poderia ser um contraste interessante se ele de alguma forma for capaz de evoluir para o anti herói de Guerra Infinita.


Durante Ultimato, ficou claro que alterar materialmente o passado - digamos, pegando as Joias do Infinito - iria ramificar as coisas numa realidade paralela, e agora que Loki pegou, mais uma vez, o Tesseract, podemos supor que sua fuga ramifica as coisas em uma continuidade completamente diferente aos filmes que vieram depois.

Honestamente nem tudo mudaria, mas sem Loki preso, Thor: O Mundo Sombrio não acontece, possivelmente Ragnarok também, e talvez partes de Vingadores: Guerra Infinita, e isso geraria um enorme efeito cascata no resto do MCU.



Isto é, claro, se Loki permanecer em seu novo universo. Indiscutivelmente, ter universos paralelos de personagens da Marvel pode acabar sendo um pouco confuso, a menos que Loki apenas viaje ao redor dos outros Nove Reinos e evite a Terra paralela inteiramente para que nós não percebamos. Mas eventualmente, ele encontra o caminho de volta ao MCU principal por um motivo qualquer. Assim como o Capitão América.

Os diretores de Endgame, Joe e Anthony Russo, explicaram que é possível que os personagens passem de mundos alternativos ramificados para o principal, foi o que o Capitão América fez vivendo toda uma vida ao lado da Agente Carter, para em seguida, retorna ao presente para entregar seu escudo para o Falcão.

Se Cap fosse voltar ao passado e morar lá, ele criaria uma realidade ramificada", disse Joe Russo à EW .
“A questão então se torna, como ele está de volta a essa realidade para dar o escudo?”
“Pergunta interessante, certo?” Ele acrescentou.
“Talvez haja uma história lá. Há muitas camadas construídas neste filme e passamos três anos pensando nisso, por isso é divertido falar sobre isso e, esperamos, preencher lacunas para as pessoas, para que elas entendam o que estamos pensando. 

Sejamos honestos, se alguém certinho como o Capitão América pode ter a malícia de administrar um retorno ao universo principal da Marvel, quanto mais provável é para um deus nórdico com uma história de usar magias poderosas para conseguir o mesmo feito?




Elilyan

Elilyan é uma leitora compulsiva que fala e pensa demais. No resto é super moderada. Escreve sobre livros, cinema, TV, música, sexo, arte, tecnologia e qualquer outra coisa que passe por sua mente insana. Para ler todos os textos da maluca bastar acessar a tag Elilyan Andrade. Se quiser fazer parte do hospício basta segui-la no Twitter e Instagram @elilyan.

O que Vingadores: Ultimato significa para a série de Loki no Disney+? O que Vingadores: Ultimato significa para a série de Loki no Disney+? Reviewed by Elilyan on maio 16, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.