Se Arya Stark é uma Mary Sue o que dizer do Capitão América?


** Spoilers para Game of Thrones e Vingadores: Ultimato ! **


Uma das coisas que me fez abandonar Game of Thrones é que alguns fãs da série são insuportavelmente machistas e misóginos ao ponto que a cada pequena atitude de força por parte das personagens femininas serem constantemente questionadas. É cansativo ter que ficar lutando e argumentando a cada grande feito de Arya Stark e companhia, por isso decidi que em prol da minha saúde mental abandonar a série no início da quarta temporada. De lá para cá apesar de não assistir aos episódios acompanhei de longe o desenrolar dos principais acontecimentos da série. Com o início da oitava e última temporada decidi voltar, mas qual é a minha surpresa ao descobrir que apesar dos anos passados o público de Game of Thrones continua a tentar diminuir os feitos das personagens femininas. 

Na Batalha de Winterfell, Arya Stark fez algo que aparentemente parecia destinado a Jon Snow: derrotou o Rei da Noite. E isso foi o bastante para o termo Mary Sue voltar a ser popular nas redes sociais. Uma personagem que passou TEM-PO-RA-DAS treinando para se tornar uma guerreira e exímia assassina aparentemente não deveria ser capaz de matar o maior vilão dos Sete Reinos.

A definição de Mary Sue, na Wikipédia, é a seguinte: 

A Mary Sue ou Gary Stu ou Marty Stu é uma personagem de ficção idealizada, uma pessoa jovem ou que vem de baixo mas que salva o dia através de habilidades irrealistas e surrealistas. - Wikipédia 

Sejamos honestos aqui: basicamente Mary Sue é a definição alternativa de herói. Posso citar de cabeça cada protagonista de uma grande franquia que se enquadra dentro da definição. Novamente sejamos honestos: você não verá ninguém chamando Harry Potter, Luke Skywalker e companhia de Gary ou Marty Stu porque os feitos de um homem nunca são questionados. 

Um recente exemplo de personagem masculino fazendo algo fora do seu escopo, mas não sendo questionado é o Capitão América. Em Vingadores: Ultimato, o Capitão conseguiu invocar o Mjölnir durante a luta contra Thanos e dessa forma salvou o dia. Durante o calor do momento do filme deixei passar, mas no dia seguinte meu irmão me lembrou que essa cena é uma furada. Em Vingadores: Era de Ultron, o Capitão América, assim como os demais Vingadores tenta levantar o Mjölnir, feito que ninguém consegue, mas é sugerido que o Steve Rogers talvez possa, já que foi o único que conseguiu fazer o martelo ter alguma reação (tremer). 



Fazer tremer não é justificativa forte o bastante para me fazer fingir que o Mjölnir e o Capitão América compartilham um link místico que permite que o martelo seja invocado. Diferentemente do Capitão América, não preciso desligar parte do meu raciocínio lógico para aceitar que a caçula dos Stark foi capaz de matar o Rei da Noite. Arya desde a primeira temporada de Game of Thrones tem treinado. Ela aprendeu a usar a Agulha com grandes mestres. Após a morte do pai, continuou a treinar com o Cão e depois com os homens sem rosto. A garota apanhou até cansar e mesmo assim não desistiu até se tornar a guerreira que brilhou divamente na Batalha de Winterfell. 

A trajetória narrativa de Arya Stark justifica muito mais ela derrotar o Rei da Noite do que o Capitão América conseguir enfiar o martelo na fuça do Thanos. Arya Stark é uma mulher. Por ser mulher Arya Stark, diferentemente do Capitão América, tem seus feitos questionados. Até quando? 



Elilyan

Elilyan é uma leitora compulsiva que fala e pensa demais. No resto é super moderada. Escreve sobre livros, cinema, TV, música, sexo, arte, tecnologia e qualquer outra coisa que passe por sua mente insana. Para ler todos os textos da maluca bastar acessar a tag Elilyan Andrade. Se quiser fazer parte do hospício basta segui-la no Twitter e Instagram @elilyan.

Se Arya Stark é uma Mary Sue o que dizer do Capitão América? Se Arya Stark é uma Mary Sue o que dizer do Capitão América? Reviewed by Elilyan on abril 30, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.