Pesquisando por aí: tá na hora de divulgar a ciência!


Quando eu era criança, a palavra "cientista" tinha um significado cheio daquilo que a gente vê nos filmes: homens inteligentes, um tanto desmiolados, que ficavam isolados no seu laboratório misturando coisas, fazendo contas e chegando a INCRÍVEIS DESCOBERTAS. Parecia que fazer ciência era algo quase inato, não precisava aprender nada. A pessoa simplesmente nascia com o dom.

Talvez por isso nunca tenha me passado pela cabeça ser uma cientista: sou uma mulher, de família que teve pouco acesso a instrução formal e apesar do que todo mundo me dizia, eu não me achava inteligente. Então como é que eu ia dizer que queria ser cientista quando crescesse? O engraçado é que eu dizia que queria ser astrônoma, veterinária, bióloga e pra mim tudo isso passava muito longe da ciência.

Mas...TÁ TUDO ERRADO, BRASIL!!!!!

Eu tenho certeza que não sou a única a ter crescido com essa ideia preconcebida de Ciência na cabeça, já que vivemos num país em que a maioria da população ainda sofre pra ter acesso ao BÁSICO de educação. Estamos acostumados a ver a ciência nos filmes, nas séries, ou em programas de tv como o Fantástico. Nos acostumamos a ver a ciência como algo apenas pra gênios, muito distante da nossa realidade mundana.

Depois que consegui entrar nesse mundo que sim, é fantástico, porém 0% DE GLAMOUR KKKKKK, pensei sobre todas essas coisas. E pensei também: as pessoas precisam saber mais sobre ciência.

Foi então que nasceu o Pesquisando por aí.


Ok, pra ser realista a coluna demorou a tomar forma, mas vocês entenderam. Vamos tentar sanar as dúvidas mais corriqueiras sobre fazer ciência no Brasil, e também apresentar projetos, linhas de pesquisa e por aí vai, começando pela minha própria experiência. E como ciência é uma gama ENORME, também teremos convidados especiais falando sobre suas respectivas áreas.


Ficou curioso? Aguarde pelos próximos capítulos!

Isabelle Fernandes

Mais conhecida como Bells, é psicóloga, pesquisadora e praticante de taekwondo nas horas vagas. É mãe de três gatos, trata os livros como se fossem relíquias e divide o tempo entre ler artigos científicos e mapas astrais

Pesquisando por aí: tá na hora de divulgar a ciência! Pesquisando por aí: tá na hora de divulgar a ciência! Reviewed by Isabelle Fernandes on abril 22, 2019 Rating: 5

2 comentários:

  1. Adorei a ideia! Realmente faltam canais de divulgação científica no Brasil, assim como o devido incentivo e financiamento pra ciência no país, sobretudo em tempos de cortes nos maiores produtores de ciência nacional, que são as universidades públicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inclusive também vou falar desses cortes, hora de botar pra quebrar kkkkkk

      Excluir

Tecnologia do Blogger.